quinta-feira, 15 de julho de 2010

A metáfora da distância entre palavra, sentimento e o ser amado

Posted in by Bruno Marconi da Costa | Edit

É possível fazer poesia sem metáforas? Porque chove, chove, chove, e eu só gostaria que você estivesse aqui. Meu sentimento e o clima devem possuir algum tipo de ligação, assim como sinto você como a lágrima que escorre pelo meu rosto e cai no mar do meu coração.

Olha a metáfora aí de novo. Mas há de ter alguma relação entre isso que sinto (turbilhões inexplicáveis) e que choro (por você não estar aqui) e que sorrio (só de pensar em você) com esse mar que recebe a chuva e se esconde na neblina. Bate nas pedras da minha existência para me fazer transformar essa distância em areia.

Em pó. Transformar em pó e sugar-te, em cada grão, como fonte de embriaguez. Mas ora, não representamos tudo por metáforas? Há outro jeito, se não fazer da poesia um grande teatro, uma grande máscara?

Não. Eu sinto esse desespero todo de tanto amar, sentir, chorar, sorrir... e não saber como expressar. Então, abraço a metáfora e seu jogo de iluminar obscurecendo, limitando meu peito em palavras para diminuir, um pouco, a angústia de não ter você aqui.

Esse vento gelado é, pra mim, a ponta dos seus cabelos me acariciando a face inchada pela distância, dando alguma esperança de romper as barreiras do coração, das palavras e do espaço.

2 Comments


  1. Ana Maria Madeira says:

    Enchendo o cotidiano com metáforas, como na poesia, o mar do coração entra em permanente ressaca.
    E quando a distância não passa de brisa leve, que ameniza mas não nos impede de sentir o calor, a angústia é um mal inevitável.
    E talvez não seja mal, mas apenas um belo fruto da liberdade, da existência, do outro.

    "Amor é o outro".

    E para não fugir do seu tom:
    "Se o homem fosse um animal ou um anjo, não sentiria angústia. Mas, sendo uma síntese, angustia-se. E tanto mais sente a angústia, quanto mais humano for". Kierkegaard, O Conceito de Angústia

    15 de julho de 2010 18:36

  2. Poisoned Cat says:

    Que lindo! Amei esse! =)



    Beijos Brunoam

    28 de julho de 2010 21:33